Manaus- Após três dias de desfiles das escolas de samba do carnaval de Manaus, foram recolhidos mais de 85 toneladas de lixo do Sambódromo, na avenida do Samba e nos arredores da localidade no bairro Dom Pedro, Zona Centro-oeste da capital. Uma equipe com mais de 120 funcionários da Secretaria Municipal de Limpeza Urbana (Semulsp) atuou na limpeza com dois carros coletores fixos na manutenção do local.

De acordo com o secretário municipal de Limpeza Pública, Paulo Farias, o balanço da operação de limpeza é positivo.

“Como estamos em período chuvoso, é muito importante que a limpeza seja feita de forma eficiente para que nossos rios e igarapés não sejam afetados com a sujeira”, explicou.

Além da ação no Sambódromo de Manaus, durante o período de carnaval, as equipes da Semulsp ainda estarão reforçando a fiscalização das bandas e blocos de Carnaval, principalmente, no que se refere à Lei 1.944, sancionada em dezembro de 2014, que obriga os organizadores de eventos a limparem as ruas utilizadas para a realização de festas.

Neste final de semana de carnaval, cinco eventos de rua deixaram de cumprir a Lei e já foram convocados à Semulsp, conforme prevê a legislação.

Ao todo, desde o início do ano, foram sete bandas e blocos que infringiram a Lei. Eles estão sendo notificados e os reincidentes serão multados em 70 UFMs (Unidade Fiscal do Município).

G1