Revoltante: além do alto preço, postos de combustíveis ainda lesavam consumidores com abastecimentos falsos

Por Vanessa Oliveira em 9 de julho de 2021 às 15:59 | Atualizado 9 de julho de 2021 às 15:59

Manaus (AM) – O Procon-AM participou, nesta quinta-feira (08), da operação Petróleo Real, de fiscalização e combate a fraudes nos postos de gasolina. A ação, organizada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública, ocorreu nos postos terrestres de Manaus e no interior do estado e, também nos postos de combustíveis flutuantes, conhecidos como Pontões.

A operação foi finalizada por volta das 18h, em todo o Amazonas. Números preliminares, consolidados até as 16h, mostram que o Ipem havia notificado 14 estabelecimentos, que apresentaram irregularidades como erro acima do permitido pela legislação do Inmetro, lesando o consumidor na quantidade entregue de combustível em até 140 ml inferior ao declarado no painel da bomba medidora, além de vazamento no dispositivo eliminador de ar e gases, com potencial risco de explosão.

O Procon-AM autuou 62 estabelecimentos, sendo 33 nas cinco zonas da capital, 5 fluviais, 11 em Tefé, 8 em São Gabriel da Cachoeira e 5 em Manacapuru.

 

 

 

Deixe seu comentário