Manaus – O pré-natal é fundamental para evitar problemas com a mãe e bebê. Pensando nisso, para facilitar a locomoção das mulheres grávidas nas consultas e atendimentos rotineiros, a presidente da Comissão de Saúde e Previdência da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), deputada Dra. Mayara Pinheiro Reis (PP), apresentou um Projeto de Lei, o qual assegura, a partir da vigésima semana de gestação, o direito à meia passagem nos transportes intermunicipais terrestres e fluviais.

De acordo com o PL, a ideia é evitar que a falta de recursos disponíveis impeça as mulheres grávidas de realizar procedimentos indispensáveis para a saúde, levando em consideração a dificuldade de ter especialistas nos municípios onde moram. Além disso, universaliza o direito ao acompanhamento médico especializado.

“ Segundo a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), os cuidados com as grávidas são diários. Por isso, fiz essa propositura para garantir a realização de consultas e exames, tornando a gravidez tranquila e evitando complicações, principalmente quando as gestantes precisam se deslocar de municípios distante para a capital”, explicou a deputada.

A iniciativa também vai beneficiar as mulheres em relação à imunização porque muitas vezes as vacinas não estão disponíveis nos locais de origem e elas precisam se deslocar para a realização do serviço.