Manaus 35º
sexta-feira - 26 de fevereiro de 2021

Profissionais da FCecon recebem apoio psicológico para fortalecimento das atividades 

Compartilhe

Manaus – Com a tensão provocada pela pandemia do novo coronavírus, profissionais da linha de frente não escapam do desgaste causado tanto pelas situações vividas na rotina de trabalho quanto pelas emoções fora do ambiente hospitalar. Este tipo de atendimento na Fundação Centro de Controle de Oncologia do Amazonas (FCecon) é acompanhado por psicólogos da unidade, responsáveis por acolher servidores em vulnerabilidade emocional.

O trabalho é executado pelo departamento de Psicologia em parceria com o Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho (SESMT), da FCecon. Durante o processo, os profissionais envolvidos agendam atendimentos em grupo ou de forma ambulatorial individualizada para os servidores da fundação, entre eles profissionais de saúde e prestadores de serviço.

Com a pandemia, desde o ano passado, os psicólogos já somam mais de 380 consultas individuais e grupos de 94 servidores procurando o auxílio. O serviço que antes era focado nos pacientes passou a ter novas demandas dos trabalhadores da FCecon, conforme explica o psicólogo Marcelo Bentes.

Apoio psicológico – A enfermeira Graça Gondim, de 53 anos, trabalha há mais de uma década na FCecon e nunca imaginou um cenário de pandemia fazendo com que pacientes com Covid-19 de outros locais fossem direcionados para a unidade, referência no diagnóstico e tratamento do câncer. Lidando com a pressão de gerenciar uma equipe de centro cirúrgico e as suas próprias emoções, ela considerou essencial o trabalho do serviço de Psicologia.

 

 

Vitória Supermercados