Em trabalho integrado com os órgãos de atendimento de urgência e emergência, as equipes da assistência social da Prefeitura de Manaus atenderam nesta segunda-feira, 23/3, a ocorrência de um deslizamento de terra no bairro Redenção, zona Centro-Oeste, que ocasionou a morte de um menino de 11 anos e deixou quatro famílias desabrigadas.

Segundo a Secretaria Municipal da Mulher, Assistência Social e Cidadania (Semasc), a família da vítima está recebendo todo amparo psicossocial e as quatro famílias já identificadas não poderão permanecer no local, sendo inseridas no Aluguel Social. “Temos equipes acompanhando as ocorrências da Defesa Civil em vários pontos da cidade, que vão ser inseridas no Aluguel Social, conforme orientação e avaliação”, disse a assistente social da Semasc, Klicia Simone Lima.

No momento do acidente no bairro Redenção, a criança dormia próximo à parede da casa, quando houve o deslizamento. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU 192) chegou a atender o chamado e encaminhar o menino ao posto de saúde mais próximo, mas o mesmo foi a óbito.

“Desde as primeiras horas do dia, as equipes estão em campo para atender as mais de 70 ocorrências. Devido ao grande volume de chuva, atípico para o dia e período, tem muita terra encharcada. A população que mora em áreas de risco deve ficar atenta e acionar a Central da Defesa Civil 199 em caso de possível desmoronamento”, destacou o secretário-chefe da Casa Militar, Antônio Brandão.

Até as 14h desta segunda-feira, a Central 199 da Defesa Civil de Manaus registrou um total de 72 ocorrências e 156 milímetros de chuva até o fim da manhã, sendo o maior volume do ano para um único dia.