Com o aumento no número de casos confirmados de Covid-19, a Prefeitura de Manaus deu início nesta quarta-feira, 1º de abril, a uma nova estratégia de enfrentamento da doença na capital amazonense, com a lavagem e higienização de locais de grande circulação de pessoas. Nesse primeiro momento, irão receber a ação os terminais de integração, plataformas centrais do transporte coletivo e o entorno das unidades de saúde referenciadas no atendimento do novo coronavírus.

“É uma questão de saúde pública e nossa obrigação enquanto poder público, mas também tem um grande simbolismo, porque queremos que a população entenda que a higiene nesse momento é a nossa principal arma de prevenção ao coronavírus”, disse o prefeito Arthur Virgílio Neto, reforçando que todos devem fazer a sua parte, lavando bem as mãos com água e sabão e utilizando o álcool em gel.

A limpeza com água e hipoclorito de sódio foi iniciada, por volta das 9h, pelo Terminal da Constantino Nery (T1) e plataformas centrais ao longo da avenida, Terminal do São José (T5) e plataformas da avenida Grande Circular, além das Unidades Básicas de Saúde (UBSs) José Rayol, Leonor Brilhante e José Amazonas Palhano, em um raio de 50 metros de cada unidade.

O trabalho é coordenado pela Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf), que disponibilizará quatro caminhões-pipa, duas vassouras coletoras bobcat, além das equipes de borrifação, para a ação realizada em parceria com as secretarias municipais de Saúde (Semsa) e Limpeza Pública (Semulsp), o Instituto Municipal de Mobilidade Urbana (IMMU) e a empresa concessionária Águas de Manaus.

“Essa foi uma determinação do próprio prefeito Arthur Neto, para que intensificássemos as nossas ações de prevenção em locais estratégicos. Vale lembrar que o nosso Departamento de Vigilância Sanitária tem acompanhado rotineiramente a limpeza dos ônibus do transporte coletivo e essa higienização dos terminais e demais pontos de grande circulação vem a somar a todas as medidas já adotadas”, afirmou a subsecretária em Gestão da Semsa, Adriana Elias.

Segundo o secretário da Seminf, Kelton Aguiar, a limpeza terá como foco os corrimões, calçadas, bancos e demais espaços compartilhados pela população. “Antes de iniciarmos as lavagens, as equipes da Semulsp já terão reforçado a varrição e o recolhimento do lixo. Nos terminais e UBSs atuaremos com caminhões-pipa de quatro mil litros. Já nas plataformas centrais vamos atuar com as equipes de borrifação”, explicou. 

À tarde, as equipes irão continuar com o trabalho de higienização no T5, pela extensão da estrutura; Terminal da Cachoeirinha (T2); plataformas da Torquato Tapajós; e na UBS Leonor de Freitas. A ação será constante e irá alcançar os demais terminais, plataformas e unidades de saúde referenciadas para casos de Covid-19.

O diretor-presidente do IMMU, Francisco Bezerra, informou que a limpeza das paradas convencionais já vem sendo mantida. “Agora, com o reforço da higienização dos terminais de integração, ampliam-se as ações para frear o coronavírus em Manaus. O trabalho dará mais segurança para quem utiliza os ônibus em nossa cidade”, tranquilizou.