A Prefeitura de Manaus realiza até o próximo dia 26/8, uma rodada de avaliação, por videoconferência, sobre as atividades realizadas na educação infantil, durante a quarentena, causada pela Covid-19. Com o isolamento social como medida de prevenção ao novo coronavírus, as aulas presenciais foram suspensas e as crianças passaram a estudar em casa com o apoio das famílias. Nesta quarta-feira, 19, gestores, pedagogos e chefes da educação infantil, da Secretaria Municipal de Educação (Semed), discutiram sobre o processo de ensino e aprendizagem realizado pela Divisão Distrital Zonal (DDZ) Oeste, para os alunos da faixa etária de 1 a 6 anos.

A avaliação na educação infantil é feita por meio de registros do professor da turma com a participação das famílias e de como aderiram à nova modalidade remota de ensino.

“Nesse período de pandemia contamos com o monitoramento das famílias sobre as crianças, já que elas fazem registros determinados de acordo com o que acham de interessante e o professor avalia de acordo com essa referência. Por isso nossa avaliação é por meio de registros, relatórios com todas as manifestações das crianças, utilizando fotos, desenhos que a própria família encaminhou à professora. Vamos criar um livro sobre esse momento tão incomum que estamos vivendo na educação”, explicou a gerente de Creches, Wissilene Brandão.

De acordo com o chefe da Divisão da Educação Infantil (DEI), Alexandre Romano, é importante mostrar que as crianças da rede municipal de ensino de Manaus não ficaram sem estudar, e desde o início da pandemia na cidade, foram elaboradas de imediato atividades para atender alunos da modalidade.

“Desde o início da pandemia, quando o prefeito Arthur Virgílio Neto antecipou o recesso escolar, e posteriormente, decretou a suspensão das aulas presenciais, os setores da Semed iniciaram o planejamento do projeto ‘Aula em Casa’, para que as crianças não ficassem desamparadas e também o ‘Eba! Vamos Brincar!’, voltado para as crianças da educação infantil. Nossos alunos não ficaram sem aula porque todas as unidades se engajaram nas atividades, com a orientação aos pais”, explicou Romano.

“Eba! Vamos Brincar!”

As atividades da educação infantil são acessadas pelo programa “Eba! Vamos Brincar!”, que iniciou em abril e conta com mais de 50 episódios gravados. A previsão é que até o final de 2020 sejam exibidos 95 episódios.

As aulas são gravadas às quintas-feiras no Centro de Mídias, da Secretaria de Estado de Educação e Desporto (Seduc), no Japiim, zona Sul, com os professores que fazem parte da Caravana da Educação Infantil e professores da rede municipal de ensino.

Os pais têm acesso pela TV Encontro das Águas, no canal 2.5 e internet pelo portal do Aula em Casa e no canal da Caravana da Educação Infantil, no YouTube.

Com informações da Assessoria