Policial ajuda mulher a dar à luz dentro de carro em Manaus - Portal CM7
 

CM7

 
Manaus, 18 de novembro
Mercado financeiro
Dólar
Euro
 
 
Home / Últimas Notícias / Cidades / Policial ajuda mulher a dar à luz dentro de carro em Manaus

Policial ajuda mulher a dar à luz dentro de carro em Manaus

Da redação | 17/10/2017 22:20

Uma mulher de 24 anos deu à luz dentro de um veículo na noite desta segunda-feira (16), na Zona Oeste de Manaus. A criança nasceu com ajuda de policiais militares, que faziam patrulhamento pela Avenida Coronel Teixeira. Eles foram acionados no momento em que a jovem sentia fortes dores e pedia ajuda. “Muito emocionante”, disse o tenente Odelismar Alves, que segurou a menina ao nascer.

Segundo o tenente, a grávida de 7 meses começou a sentir contrações em casa, no bairro Parque Riachuelo. Ela ainda ligou para o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), mas resolveu pedir ajuda de quem passava pela rua por conta das fortes dores.

Um motorista percebeu o estado da mulher e deu carona para ela. Eles seguiram para o hospital mais próximo. No caminho, na rotatória entre as Avenidas Taruma e Coronel Teixeira, o homem parou o veículo e chamou atenção de policiais que trafegavam pela área.

“‘Eles nos pediram socorro. Quando percebi, a senhora estava em trabalho de parto. Pensei: ‘meu Deus, e agora?’. Ainda deslocamos para levá-la para a maternidade Moura Tapajós, fomos na frente abrindo ocorreu caminho, mas a bolsa estourou no meio do percurso”, disse o tenente da 20ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom).

O policial conta que tinha poucos instrumentos para realizar o parto. “Peguei uma única luva que tinha e ajudei no parto, segurei a menina. Não tinha outro jeito. Usei um canivete para cortar o cordão umbilical. Só Deus no momento, para nos colocar no caminho nessa hora. Foi muito emocionante”, disse o tenente.

Ele também contou que enquanto segurava a criança, o cabo Davi Praia, o condutor do veículo e outras pessoas que passaram pelo local ajudavam a acalmar a mãe. “Não é uma situação fácil. Parto é um procedimento complicado, não tínhamos nada lá”, acrescentou o tenente.

Quando o policial pegou a criança nos braços e ela chorou, a emoção foi grande. “Quando ela nasceu, ficou caladinha. Dei um tapinha no bumbum de leve e ela já gritou. Fiquei muito contente”, disse.

O tenente contou que a vida de policial militar vai muito além de prender meliantes nas ruas. ” A gente aparta briga de casal, de vizinho, convence gente não cometer suicídio, falando que nossa vida não é diferente da pessoa, nos colocamos no lugar dela. Somos policiais, mas acabamos também fazendo as vezes de psicólogo e até de parteiro. Só quem sabe somos nós. Tudo o que passa no cotidiano da cidade, a Polícia Militar está presente”, dia e o tenente Odelismar.

Após realizar o parto, os policiais encaminharam a jovem e a menina Vitória para a maternidade Moura Tapajós, no bairro Compensa.

Anuncie em Nossas Pesquisas
Anuncie em Nossas Pesquisas

FAÇA SEU COMENTÁRIO SOBRE ESTA NOTÍCIA