CM7

 
Manaus, 23 de outubro
Mercado financeiro
Dólar
Euro
 
 
Home / Últimas Notícias / Cidades / Parceria entre Susam e Ufam permitirá aumentar o tempo de vida útil dos equipamentos dos hospitais do Estado

Parceria entre Susam e Ufam permitirá aumentar o tempo de vida útil dos equipamentos dos hospitais do Estado

Da redação | 11/10/2017 17:11

Equipamentos hospitalares

 

Uma parceria firmada entre a Secretaria Estadual de Saúde (Susam) e o Centro de Pesquisa e Desenvolvimento em Tecnologia Eletrônica e Informação (Ceteli), da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), vai melhorar a utilização e o desempenho dos equipamentos e aparelhos instalados nos hospitais e prontos-socorros da rede estadual.

De acordo com o secretário estadual de Saúde, Francisco Deodato, o objetivo é potencializar o uso dos equipamentos, evitando, inclusive, a aquisição desnecessária de novos aparelhos. Ele ressalta que a iniciativa permitirá dar atendimento a um maior número de pacientes, diminuindo a fila de espera de exames e procedimentos médicos.

O projeto, que também vai gerar economia aos cofres públicos, consiste no gerenciamento dos recursos tecnológicos para utilização mais adequada dos aparelhos instalados nas unidades de saúde. O trabalho está sendo desenvolvido por uma equipe de 15 estudantes e professores do curso de Engenharia Elétrica da Ufam. No momento, está sendo feito o mapeamento da engenharia clínica das unidades – os equipamentos que possuem, o estado desses aparelhos e as necessidades.

Diagnóstico – A primeira etapa do processo deve levar cerca de 30 dias, tempo necessário para fazer o diagnóstico. Nessa primeira fase, estão sendo priorizadas seis unidades que prestam atendimentos de urgência e emergência: os hospitais 28 de Agosto, João Lúcio Machado e Platão Araújo, além dos prontos-socorros da Criança das zona leste, oeste e sul. Em seguida, explica Deodato, a intenção é expandir o mapeamento para as demais unidades.

A engenheira eletricista e coordenadora do Ceteli, professora Marly Guimarães, disse que, ao final do diagnóstico, o grupo apresentará alternativas de curto, médio e longo prazos, para melhorar a vida útil e evitar danos precoces dos equipamentos médicos hospitalares, incluindo desde precauções de instalação, cuidados no manuseio, manutenções frequentes e substituição de aparelhos.

Manutenção – O engenheiro eletricista da Susam, Jorge Pimentel, destaca que a secretaria criará um setor responsável pela manutenção corretiva e preventiva periódica de todos os equipamentos que fazem parte das unidades de saúde do Estado, além de dar suporte quanto à sua utilização. “Serão identificados os melhores aparelhos e mais adequados para aquisição, levando em consideração a necessidade de cada unidade”, disse.

Pimentel aponta que, através desse setor, será possível aumentar a vida útil de aparelhos que, hoje, encontram-se em salas de hospitais e prontos-socorros de todo o Estado, precisando ser substituídos, passar por reparos ou ainda sem operação devido à falta de profissionais capacitados para lidar com a tecnologia.

“Iniciamos as visitas nas unidades de saúde, na última sexta-feira (6), e já estamos levantando a quantidade de aparelhos que estão parados, com defeito, sem previsão de conserto, entre eles raios-x, monitores cardíacos, ventiladores pulmonares, aspiradores cirúrgicos, incubadoras, berços aquecidos, entre outros”, revelou o engenheiro.

Anuncie em Nossas Pesquisas
Anuncie em Nossas Pesquisas

FAÇA SEU COMENTÁRIO SOBRE ESTA NOTÍCIA