Manaus – A depressão fez mais uma vítima na cidade de Manaus por volta de 13 horas no início da tarde da última terça-feira (29) no bairro da Compensa, Zona Oeste da capital. A família Rodrigues ainda está em choque com a tragédia que reuniu dezenas de pessoas no engradado amarelo da Ponte Rio Negro.

As pessoas gritavam palavras de amor à família e à Deus, para que o eletricista Frank Rodrigues não soltasse da grade e não pulasse no Rio Negro.

” Pense na sua família que te ama”
” Jesus te ama amigão”
“Como é teu nome?”
“Vem cá, rapaz”

Foram algumas das frases que a população gritava para que Frank mudasse de ideia.

Umas filhas do eletricista contou com exclusividade ao Portal CM7 que Frank sofria de depressão há muito tempo e que era um pai ausente.

Ainda segundo a jovem, momentos antes de tirar sua própria vida, ele foi ao encontro de todos os filhos e pediu perdão.

Momentos depois, a família recebeu a triste notícia que ele havia pulado da Ponte Rio Negro (Ponte Phelippe Daou), na Compensa.

O Corpo de Bombeiros do Amazonas retirou o corpo da água que foi removido pelo Instituto Médico Legal.

Respeitosamente o Portal CM7 se solidariza com mais uma família que chora ao perder uma vida preciosa para a doença do século — depressão.