Manaus – Com o objetivo de desarticular uma organização criminosa envolvida em rachas e desordem pública, as polícias Civil, Militar, Rodoviária Federal (PRF) e Departamento Estadual de Trânsito (Detran-AM) deflagraram, na madrugada deste domingo (6), uma nova fase da operação ‘Cruzada Norte’. Durante a ação, 27 pessoas foram detidas, 132 veículos recolhidos por infrações administrativas e sete motocicletas, que estavam com restrição de roubo, recuperadas.
 
Vinte e nove pessoas foram flagradas dirigindo sob efeito de alcool, das quais 17 foram presas em flagrante pois apresentaram o índice de álcool no sangue superior a 0,33 miligramas por litro de ar. A operação faz parte do planejamento da Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM) e foi coordenada pela Delegacia Especializada em Roubos e Furtos de Veículos (Derfv), com participação do Núcleo Especializado em Operação de Trânsito (Neot), do Detran. Os agentes aplicaram ainda 204 multas a motoristas que infrigiram diversas irregularidades.
 
De acordo com o delegado Cícero Túlio, titular da Derfv, a ação contou com agentes infiltrados nos grupos dos participantes dos “rachas” e competições de manobras ilegais. Os agentes da segurança fecharam todas as vias que dão acesso a avenida do Turismo e avenida do Futuro, localizadas no bairro Tarumã, zona oeste, momento em que houve o desembarque e a abordagem dos policiais disfarçados que se infiltraram entre os criminosos.
 
“Foi uma operação integrada e considerada uma das maiores operações policiais de combate a esse tipo de infração no Amazonas. Nós percorremos os bairros Cidade Nova e Mutirão, além de ter passado pela avenida das Torres, Tarumã, do Turismo e do Futuro. Os chamados “rolezinhos” atraem todo tipo de criminosos e promovem arruaças e desordem, realizando “rachas” e manobras irregulares na condução de veículos, principalmente motocicletas”, informou a autoridade policial. 
 
O delegado disse, ainda, que 20 viaturas foram utilizadas na ação policial, além de seis plataformas do Detran-AM, 50 policiais civis, militares e federais, além de um perito do Instituto de Criminalística.
 
O coordenador de operações do Detran-AM, David Fernandes, disse que a ação integrada fortalece o trabalho da Lei Seca. “O nosso objetivo maior é fazer cumprir as normas do Código de Trânsito Brasileiro (CTB) visando a redução do número de vítimas fatais e lesionadas no trânsito. Com isso, nós estamos promovendo segurança para todos que estão inseridos no trânsito como pedestres e motoristas”, ressaltou David. 
 
Os suspeitos foram encaminhados para a sede da especializada, onde foram autuados pelos crimes de receptação, adulteração de sinal identificador de veículo automotor, embriaguez ao volante e direção perigosa. Após os procedimentos cabíveis na delegacia, eles pagaram uma fiança arbitrada e foram liberados.