Manaus – Na última quarta-feira (3), o presidente do Grupo Samel, Luís Alberto Nicolau, fez um pronunciamento onde informou que a Organização Mundial da Saúde (OMS), reconheceu a ‘Cápsula Vanessa’ como o método mais eficaz na diminuição do risco de contágio entre os pacientes com Covid-19 e os profissionais da saúde que atuam no cuidado destes.

O método de ventilação não invasiva (VNI) foi desenvolvido pelo grupo Samel em parceria com Instituto Transire, que vinham divulgando o tratamento desde o dia 30 de março deste ano. A Cápsula Vanessa tem atuação no Hospital Samel nas unidades do Centro e Boulevard, Hospital de Campanha Municipal Gilberto Novaes em Manaus, assim como no país Bolívia.

“O Ministério da Saúde tem destacado a Cápsula Vanessa com grande êxito, graças a Deus e a tecnologia criada pelo Grupo Samel e o Instituto Transire, os nossos pacientes estão sendo tratados da melhor maneira possível, com mais de 500 altas em 52 dias de trabalho”, disse Ricardo Nicolau, um dos diretores do Grupo Samel.

O Grupo Samel disponibiliza de uma equipe especializada que oferece tratamento médico de 24 horas aos clientes, que somam atualmente 90 mil cadastros na empresa, além de possuir certificações de excelência aos processos administrados nas unidades atuantes. Uma empresa de fato amazonense que contribui exclusivamente no desenvolvimento beneficiário a seus clientes e profissionais a nível nacional e internacional.

Tags: , , , , ,