Manaus- Na manhã desta sexta-feira, 27, após audiência realizada na Justiça Federal, os advogados de Edilene, informaram que o ex-governador José Melo, a ex-primeira dama Edilene Oliveira e o ex-secretário de saúde, Pedro Elias podem ter autorização para deixar a prisão ainda hoje.

Segundo o advogado, a justiça Federal avaliou o imóvel de propriedade de Edilene, localizado no Conjunto Osvaldo Frota, Zona norte da capital, no valor de R$ 350 mil e o restante da fiança de R$ 31 mil a família já está fazendo o levantamento.

O imóvel foi dado como garantia do valor da fiança imposta ao casal, no pedido de Habeas Corpus deferido no último dia 17 pelo Tribunal Regional Federal da 1ª região (TRF1). Na decisão, o TRF1 determinou o pagamento de 400 salários mínimos (R$ 381,6 mil) como fiança e o uso de tornozeleira eletrônica para monitoramento após a saída da prisão.

“Assim que tivermos esse valor restante pediremos que seja expedido o alvará de soltura. Tentaremos hoje até o fim da tarde”, afirmou Christian Naranjo.

Fonte: A Crítica