Brasil – Durante a 34ª Reunião Ministral na manhã desta terça-feira (9), o ministro da Saúde Dr. Eduardo Pazuello, fez uma referência positiva a ‘Cápsula Vanessa’ do Grupo Samel e Instituto Transire, que é o método de ventilação não invasiva (VNI) para o tratamento dos pacientes com o novo corona vírus.

O que não faz necessário a utilização do respirador, equipamento usado nos casos em que a anestesia necessária para uma cirurgia dificulta o funcionamento dos pulmões ou de doenças que comprometam o sistema pulmonar, como a pneumonia e as lesões cerebrais.

“Nós não podemos deixar as pessoas irem para os respiradores. Temos que tratá-las antes disso, nós temos que tratá-las nas unidades de transportes ventilatórios ou enfermarias de cuidados intermediários. O cuidado começa com cateter de alto fluxo, com pronação e continua com a ventilação não invasiva que é a Cápsula Vanessa e por último a transferência para a UTI”, explica o ministro.