Receber educação, atenção e respeito: quem não gostaria? Se você curte
receber, então também deve compartilhar em todos os momentos,
especialmente, no trânsito. Essa atitude diz muito a respeito de como
escolhemos lidar diante da vida: num universo em que não estamos
isolados, dividir o mesmo espaço requer justamente educação, atenção e
respeito.
Mais de 90% das mortes no trânsito ocorrem em países de baixa e média
renda, segundo dados da Organização Pan Americana da Saúde, braço da
Organização Mundial de Saúde. O estudo denominado Relatório Mundial
sobre a Situação da Segurança no Trânsito 2018, atualizado no início deste
ano, alerta para o número crescente de mortes no trânsito no mundo,
especialmente nos países mais pobres e em desenvolvimento das
Américas, da África e da Ásia. Nesses continentes, a violência no trânsito
assumiu características de uma epidemia e se tornou um dos principiais
problemas de saúde pública.
Atualmente, o Brasil ocupa o 5º lugar no ranking dos países com maiores
índices de morte no trânsito, de acordo com a OMS, atrás apenas da Índia,
China, EUA e Rússia. Além desses, Irã, México, Indonésia, África do Sul e
Egito estão entre os países de trânsito mais violentos. Juntas, essas dez
nações são responsáveis por 62% do 1,2 milhão de mortes por acidente no
trânsito que ocorrem no mundo todos os anos.
Até 2020, o Brasil precisa cumprir acordo firmado com a ONU de reduzir as
mortes no trânsito para uma média de 21 mil ao ano. Esse número, hoje,
é de 39 mil.
Todos estes números não são apenas dígitos. São vidas. Sua atitude
diante do trânsito, diariamente, diz respeito a como você dá valor à vida. A
segurança viária passa pela mobilização de toda a sociedade e a Prefeitura
de Manaus é parceira nesta causa. Na capital do Amazonas, a gestão
municipal realiza ações de educação no trânsito ao longo de todo o ano. As
ações alcançam inclusive as escolas, trabalhando os estudantes como
disseminadores da importância da segurança no trânsito dentro de casa.
Acreditamos que o trânsito é sim um espaço de compartilhamento, onde
há espaço para todos: ciclistas, pedestres, motociclistas, passageiros,
motoristas, transporte coletivo.
Optar por um trânsito mais seguro depende de você. Evite excesso de
velocidade, consumo de bebida alcoólica na direção de veículo e a
utilização e manuseio de telefone celular enquanto dirige.

Compartilhe educação, atenção e respeito. No trânsito, o sentido é a vida!
#Compartilherespeito

Por: Secretaria Municipal de Comunicação
conteúdo de responsabilidade do anunciante