Com investimentos e ações nas mais variadas áreas, a prefeitura está transformando a vida de milhares de pessoas na capital. Nos últimos anos, para enfrentar a crise na economia do país, a administração municipal fez as contenções necessárias e equilibrou as contas, deixando o orçamento da prefeitura sempre no azul. Com este foco, hoje Manaus colhe os frutos do arrocho. São investimentos em asfalto e outras obras de infraestrutura urbana, na saúde, educação, além de ações que vêm proporcionando à população melhor qualidade de vida e bem-estar, uma cidade melhor.

As obras de infraestrutura estão pelos bairros. Além das equipes de manutenção fixas, homens conduzidos pela Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf) levam asfalto de qualidade para todas as zonas da cidade por meio do Programa de Requalificação Urbana – o Requalifica. Serão 168 vias contempladas ao final da primeira etapa. Deste total, 35 quilômetros já estão concluídos, com frentes de obras espalhadas.

Em outra ponta, vale destacar o andamento das obras de requalificação das vias do Distrito Industrial. Tão aguardadas por trabalhadores, empresários e pela própria população, as obras em 35 principais vias das área deixarão o polo com aspecto de renovação.

Ainda na infraestrutura, Manaus avança com grandes obras. Na zona Leste, a Bola do Produtor, após requalificação, deu novo charme à região. Colorido por meio do paisagismo que ali também chegou, o espaço é hoje ponto de encontro para o lazer de quem mora ou trabalha na área.

E seguindo… hoje, a maior intervenção em infraestrutura pela qual Manaus passa é, sem dúvida, a construção do Complexo Viário Roberto Campos, que vai interligar as ruas Pará e João Valério à avenida São Jorge, com a construção de duas passagens subterrâneas na Constantino Nery. Uma intervenção mais que necessária, emergencial.

Crescimento

Na educação, Manaus se consolidou como referência, saindo da 20ª posição para a 9ª em 2018 no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica, o Ideb, do Ministério da Educação. Fruto de investimentos em melhores estruturas, maior capacitação técnica dos profissionais da educação, além do investimento em novas metodologias e programas habitacionais. Na educação infantil, o investimento é visível. A capital, que tinha apenas uma creche em 2013, agora possui 17. A última a ser entregue foi a creche municipal Professora Dalvina do Nascimento Martins, na Cidade Nova. Vale lembrar a importância dos programas de socio inclusão na educação – Bolsa Universidade, o Bolsa Idiomas e o Bolsa Pós-Graduação – que oportunizaram a muitos o retorno ao banco escolar e o diploma.

Na saúde, destaque para o reforço no atendimento de mais de 60 comunidades ribeirinhas, que vivem às margens dos rios Negro e Amazonas, com as duas Unidades de Saúde fluviais. De 2013 ao final do primeiro semestre deste ano, foram 63 obras de saúde entregues à população. Unidades Básicas de Saúde foram reformadas e serviços essenciais foram ampliados.

Os investimentos não param por aí. Toda a administração pública tem sido planejada com foco no futuro da cidade, trazendo benefícios imediatos, mas, também, a médio e longo prazos, buscando sempre, uma Manaus cada vez melhor para se viver.

Para saber mais, acesse: manaus.am.gov.br