Por: Secretaria Municipal de Comunicação
conteúdo de responsabilidade do anunciante
Crianças a partir de 6 meses a menores de 6 anos (com 5 anos, 11 meses
e 29 dias) devem ser imunizadas contra a Influenza. O alerta é da
Prefeitura de Manaus, que está disponibilizando a vacina até o dia 30 de
junho em 140 salas de vacinação da cidade. Até agora, menos de 50%
das crianças que estão nesta faixa de idade foram imunizadas.
A vacina disponível é a trivalente e protege contra os vírus da Influenza A
(H1N1 e H3N2) e Influenza B. A imunização está disponível em Unidades
Básicas de Saúde (UBSs) e pontos estratégicos da cidade, como escolas,
associações de moradores e o Parque Municipal do Idoso, na zona Centro-
Sul. A lista completa com os endereços onde as vacinas são ofertadas pode
ser conferida no site da Semsa: semsa.manaus.am.gov.br.
Além dos endereços listados, duas Unidades Básicas de Saúde Móveis
reforçam a imunização pelos bairros da capital. O aviso da presença das
estruturas móveis é feito por carro de som.
Sabe-se que devido à pandemia do novo coronavírus, alguns pais
deixaram de vacinar seus filhos com receio de saírem de casa e se
exporem ao vírus. Porém, a prefeitura explica que todos os espaços onde
estão sendo oferecidas as doses da vacina estão com a higienização e
medidas de controle reforçadas. Vale ressaltar ainda que as unidades de
vacinação não são as mesmas referenciadas para o atendimento de
suspeitas da Covid-19. Além disso, Com o uso de máscaras, a segurança
torna-se ainda maior.
A ação faz parte da Campanha Nacional contra a Influenza. Além das
crianças, integrantes de outros grupos prioritários – formados por pessoas
que apresentam maior risco para desenvolver complicações graves pelo
vírus da influenza – também devem procurar as unidades para tomar a
vacina até o dia 30 de junho.
Vale explicar que a vacina contra a influenza não tem eficácia contra o
coronavírus, porém, neste momento é uma grande aliada dos
profissionais de saúde, auxiliando-os na exclusão do diagnóstico para a
Covid-19, já que os sintomas são parecidos.
Não deixe para a última hora. Dirija-se a um dos postos mais próximo e
garanta a saúde de sua criança. E não se esqueça de levar o cartão de
vacinação.