Há quase 30 anos, o vírus do HIV representava o fim do futuro para muitos
jovens com vida sexual ativa, uma vez que não existia tratamento e,
tampouco, perspectiva de cura. Hoje, a cura ainda não foi encontrada, mas o
avanço da medicina garante certa qualidade de vida à base de um coquetel de
remédios. O que não muda e nem sai de moda é a prevenção.
Desde o ano passado, a data integra o Calendário Oficial da Cidade de Manaus
por meio da LEI Nº 2308, com objetivo de desenvolver atividades e
mobilizações direcionadas ao enfrentamento do HIV/AIDS e de outras IST.
Em Manaus, no período de janeiro a outubro deste ano, o município de
Manaus registrou 1.017 novos casos de HIV em adultos residentes na cidade.
Desse total, 598 casos (58,80%) foram notificados em pessoas na faixa etária
de 15 a 29 anos.
Pesquisas do Ministério da Saúde apontam que o uso do preservativo não é
consistente entre os mais jovens, embora o nível de informação seja elevado
em relação à forma de prevenção ao HIV. Por esse motivo, os jovens têm sido
foco constante de campanhas de prevenção nos últimos anos e a SEMSA tem
fortalecido suas ações de prevenção por ocasião de eventos específicos
destinados à juventude.
Por conta disso, as ações de conscientização e prevenção, bem como de
identificação da presença do vírus serão intensificadas durante todo o mês de
dezembro por meio da testagem rápida que é realizada em 174 Unidades de
Saúde da rede municipal. Além dessas unidades, foram inaugurados mais três
novos Centros de Testagem e Aconselhamento (CTA), nas seguintes
unidades: CAIMI Ada Viana, Policlínicas Gilberto Mestrinho e Colônia Antônio
Aleixo.
Além disso, a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) vem diversificando as
ações de prevenção à infecção pelo HIV e outras IST, por meio do novo
conceito da Prevenção Combinada (uso de vários métodos), que inclui a
distribuição de preservativos masculinos e femininos, gel lubrificante, ações
educativas e ampliação do acesso à testagem rápida (incluindo fluido oral e
auto-teste para HIV), profilaxia pós-exposição e pré-exposição, entre outros.
As pessoas com diagnóstico positivo para HIV podem ser acompanhadas em
09 (nove) unidades da capital, sendo 06 (seis) Serviços de Assistência
Especializada (SAE) e 03 (três) Unidades Básicas de Saúde (UBS), distribuídos
pelas diferentes zonas da cidade e também por outras instituições parceiras
envolvidas na atenção à saúde das pessoas vivendo com o HIV.

As 10 unidades de saúde que atendem em horário ampliado, até as 21h,
também realizarão testagem rápida para HIV e outras IST, objetivando
atender às populações que não tem disponibilidade durante horário comercial.
Confira o endereço em: https://semsa.manaus.am.gov.br/teste-rapido-ists/.
Não deixe essa moda pegar em você: faça o teste rápido, pegue seu
preservativo na Unidade de Saúde mais próxima e curta a leveza de ser você
mesmo!


Por: Secretaria Municipal de Comunicação
conteúdo de responsabilidade do anunciante