Escolas se empenham para reduzir gastos com energia e água

As escolas da rede municipal de ensino estão empenhadas em cumprir as metas do Plano de Combate ao Desperdício em 2017. O Plano, que foi lançado na abertura da 2ª Semana do Meio Ambiente da Educação, no dia 5 de junho deste ano, vem como resposta aos aumentos nas tarifas de água e luz que foram de 7% e 20% respectivamente no ano de 2016, e devido à necessidade de trabalhar um consumo mais consciente.

O projeto, que envolve todas as 492 escolas e prédios administrativos da Secretaria Municipal de Educação (Semed), visa reduzir os gastos com água e energia em 20%. Para tal, ações de conscientização estão sendo realizadas em todos os ambientes da Semed. Ao final do ano, as 10 escolas com melhor índice de economia serão premiadas com certificados enquanto a escola campeã de redução de gastos ganhará um troféu.

As escolas estão sendo orientadas a adotarem ações como coleta diária do consumo de água e energia; estipulação de metas de gasto por escola; redução do número de incidências de multas e painel mensal de contas públicas no qual as Divisões Distritais Zonais (DDZ) apresentam as escolas que atingiram a meta e as escolas que ultrapassaram o limite de gastos. A partir disso será traçada uma estratégia para que as escolas que ultrapassaram os valores máximos reduzam o consumo geral.

“Sempre houve meta, mas esse trabalho nesse ano é novo, de mudar a cultura dos funcionários. A gente está trabalhando a parte educacional. É muito bom fazer um trabalho como esse que vai dar frutos no futuro”, explicou o gestor de contas públicas da Semed, Artur Cesar Pimenta.

Uma das unidades que tem se destacado nos trabalhos de conscientização dos servidores e dos alunos é a Escola Municipal São João, localizada na Rua Carauari, bairro Redenção, zona Oeste da cidade. A escola, que conta com 295 alunos, do 1° ao 5° ano do Ensino Fundamental, realiza um trabalho contínuo, no qual todo dia, um aluno diferente se encarrega de fiscalizar como andam a utilização de água e energia elétrica da unidade de ensino. Além disso, atividades de conscientização são realizadas constantemente, relembrando os alunos da importância de economizar e conservar a escola.

A gestora da unidade, Rosa Oliveira, explicou como a escola trabalha para garantir a redução dos gastos e sobre a participação dos alunos no desenvolvimento das atividades. “Essa ação com as crianças foi uma ideia que a gente teve com o corpo docente da escola de escolher uma criança de cada ano por dia, no qual ela é responsável de fiscalizar se as luzes estão acesas desnecessariamente e se as torneiras estão pingando.

O que a gente achou interessante é que não precisa parar a aula para isso, isso acontece normalmente no dia a dia, um é fiscal do outro. E as crianças amaram. Uma vez na semana o corpo docente se reúne e os alunos passam para gente se foi verificada uma situação anormal e a gente tem a obrigação de ir lá e consertar”, finalizou a gestora.

 

26-07-17-Rede municipal trabalha para reduzir gastos com energia e água.
Fotos:Fotos: Lton Santos/ Semed.
ver mais notícias