Empresa de ônibus de Manaus pode ser multada por não oferecer troco aos passageiros

Na madrugada desta terça-feira (25), uma fiscalização na empresa Via Verde, realizada pela Comissão de Defesa do Consumidor da Câmara Municipal, confirmou o que as denúncias informaram: os ônibus saem das garagens sem o dinheiro do troco dos passageiros.

O levantamento constatou que 31 dos ônibus abordados na operação não tinha uma moeda sequer na gaveta do cobrador.

Fiscais da Superintendência Municipal de Transportes Urbanos de Manaus (SMTU) apoiaram a ação e afirmam que a empresa está descumprindo o artigo 257, inciso VII da Lei Orgânica do Município (Loman), em que determina que “o dinheiro que servirá de troco aos passageiros deverá ser providenciado pelas empresas e repassado aos cobradores dos coletivos no início de cada jornada de trabalho”.

Erick Rodrigues, gerente-geral da Via Verde, explicou que todos os dias é disponibilizada uma quantia de R$ 10 para facilitar o troco para os passageiros, porém, alguns funcionários não aceitam os trocados. “A empresa realiza treinamentos para orientar o funcionário sobre a importância dessa quantia. Também adotamos uma medida: todos os passageiros que não recebem troco, viajam de graça. Inclusive temos câmeras nos ônibus que comprovam essa ação”, afirmou.

As devidas penalidades em relação à conduta da empresa Via Verde deverão ser tomadas pela SMTU.

ver mais notícias