Uma imagem que circula pela internet mostra suposto corpo do cantor amazonense Mustafa Said sendo veleado fora do caixão. O artista faleceu na manhã desta terça-feira (27), na residência da família em sua terra natal, Pauini, no Amazonas, após um infarto fulminante. O velório também ocorre na mesma cidade, porém, sem uma urna.

Nenhuma fonte próxima ao artista se pronunciou publicamente sobre a imagem, até esta postagem. No entanto informações extraoficiais dão conta de que o motivo de velar o corpo sem caixão seria a falta de uma urna que comporte a dimensão física de Mustafa. Além disso, a família estaria aguardando ainda a chegada de uma caixão na cidade

A morte

Mustafa Said tinha 48 anos e faleceu na casa de familiares após ter um infarto fulminante enquanto dormia. O artista ficou regionalmente conhecido como “Rei do Bolero”, amazonense, ficando íntimo até de artistas do primeiro escalação como Roberta Miranda. Mustafinha, como também era conhecido, fez sucesso cantando bolero romântico, e criou sua própria identidade artísticas se apresentado em eventos locais de Manaus.

Há exatamente um mês, no dia 27 de setembro, um boato sobre sua morte já havia movimentado a internet. O próprio artista tratou de fazer um vídeo e publicou nas redes sociais explicando o mal entendido. Porém nesta terça-feira, com a confirmação de sua morte, fãs acabaram confundindo os dois momentos. No perfil de Mustafa no Facebook veio a confirmação.