Bombeiros continuam rescaldo de incêndio, e inquérito para identificar a causa fica pronto em 30 dias - Portal CM7 - Notícias de Manaus e Amazonas
Manaus - Amazonas - 01:41
19 de Junho de 2019

Topo


Bombeiros continuam rescaldo de incêndio, e inquérito para identificar a causa fica pronto em 30 dias

Fotos: Portal CM7



Manaus – O Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas (CBMAM) continua o trabalho de rescaldo no local do incêndio, no bairro Educandos, zona sul de Manaus, controlado na madrugada desta terça-feira (18/12). Não há horário estipulado para as equipes deixarem o local. Assim que houver a liberação, peritos do Instituto de Criminalista do Departamento de Polícia Técnico-Científica iniciarão a perícia para identificar a causa do incêndio.

Um inquérito foi aberto pela Polícia Civil. A expectativa é que o resultado das investigações seja concluído em um prazo de aproximadamente 30 dias, que pode ser prorrogado em razão investigação.

O secretário de segurança pública, coronel Amadeu Soares, esteve ontem à noite e nesta madrugada na área, acompanhando o trabalho dos bombeiros, que utilizaram 11 viaturas de combate a incêndio, três viaturas ambulância de suporte, utilizando mais de 100 mil litros de água. O incêndio foi controlado por volta das 00h40 desta terça-feira (18/12). Foram mais de três horas de um intenso trabalho de combate, que envolveu todo o efetivo da capital e reforços, inclusive da Região Metropolitana de Manaus.

Segundo o subcomandante geral do Corpo de Bombeiros, coronel Josemar Santos, todo o poder operacional foi utilizado durante o sinistro. “Nós impedimos a propagação para outas residências. Principalmente residências de alvenaria. A dificuldade foi muito grande no local, que é de difícil acesso. Tinha muita gente na rua. Muitos carros estacionados, o que dificultou o acesso e a manobra das viaturas para reabastecimento. Isso realmente foi uma coisa que dificultou. Foram mais de 100 bombeiros envolvidos”, disse Santos.

A Secretaria de Estado da Saúde (Susam) informa que mobilizou os serviços de emergência da capital para o atendimento às vítimas do incêndio no bairro Educandos. As equipes de plantão nos prontos-socorros e Serviços de Pronto Atendimento (SPAs) ficaram de prontidão, desde o primeiro momento, para prestar toda a assistência necessária às vítimas.Todos os atendimentos foram de pessoas com sintomas de intoxicação por inalação de fumaça.

Ambulâncias do serviço de remoção da capital foram destacadas para apoiar o SPA Zona Sul, localizado próximo à área onde aconteceu o incêndio e onde foi feito o atendimento inicial às vitimas. Depois de estabilizadas, elas foram removidas para serviços de referência da rede de Urgência e Emergência.

A Polícia Militar atuou com cerca de 50 policiais que foram deslocados para a área, atuando no trabalho de contenção e para isolar a área. “É também um trabalho pra guardar o patrimônio de cada pessoa, porque, infelizmente, nesses momentos ainda tem gente que se aproveita da situação querendo levar os móveis, os utensílios que as pessoas estavam tentando salvar nesse momento de dificuldade”, ressaltou o comandante geral da PM, coronel Cláudio Silva.

Deixe seu like:

FAÇA SEU COMENTÁRIO SOBRE ESTA NOTÍCIA