Manaus – Além das tradicionais agremiações carnavalescas de Manaus, o Desfile Oficial no Sambódromo, que começou nesta quinta-feira, 20/2 e vai até o dia 23/2, vai contar com uma participação extra na avenida. A Prefeitura de Manaus coloca na pista 100 garis trabalhando  durante os desfiles do Carnaval. O “Bloco da Limpeza’” como já é conhecido o grupo da Secretaria Municipal de Limpeza Urbana (Semulsp), entra após a passagem de cada escola de samba, limpando o local para a entrada da próxima agremiação, com muita alegria e samba no pé.

O “Bloco da Limpeza” tem como tarefa principal limpar a pista e o espaço de movimentação popular, mas os trabalhadores sempre aproveitam para trabalhar com animação, passando a mensagem de cuidado com o lixo. “Já é um momento esperado por eles. Todos os anos eles entram animados, cantando e dançando. Apesar de estarem trabalhando, eles espalham alegria e recebem muito carinho das arquibancadas. Essa passagem já virou tradição na administração do prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto”, afirmou o secretário Municipal de Limpeza Urbana (Semulsp), Paulo Farias.

No domingo de Carnaval, o “Bloco da Limpeza” ganha reforço dos Garis da Alegria – grupo lúdico de conscientização da Prefeitura de Manaus. Para o “gari cantor” dos Garis da Alegria, Alan Nascimento, essa é mais uma oportunidade de passar a mensagem da preservação ao público. “Todo ano participamos da entrada do Bloco da Limpeza. Nossa intenção é dar ainda mais alegria e diversão ao grupo que está limpando e ao público”, ressalta.

 Durante o evento

A limpeza da cidade para o Carnaval já começou em janeiro, mas nos dias de festas o trabalho será intensificado. Segundo o subsecretário operacional da Semulsp, José Rebouças, 120 trabalhadores serão mobilizados para os dias de desfiles das escolas de samba. “Já limpamos os locais de festas antes do período, mas nos dias de desfiles, vamos ter limpeza durante e depois da festa. A prefeitura disponibilizará também dois carros coletores no interior do Sambódromo para atender à forte demanda de resíduos gerados pela festa e no domingo de Carnaval”, ressaltou.

Lei da Limpeza

Nas últimas semanas, mais de 30 bandas já aconteceram sob a fiscalização da Prefeitura de Manaus que, desde 2015, zela pelo cumprimento da Lei 1.944, conhecida como “Lei da Limpeza”, que obriga os organizadores de evento a deixar as ruas limpas após festas que envolvam vias públicas. “Em seis anos de vigência da Lei, temos conseguido reduzir, ano após ano, o número de eventos que sujam a cidade e não respeitam a Lei. Isso demonstra que os organizadores entenderam a proposta do prefeito Arthur Neto e aceitaram zelar pelo patrimônio do cidadão”, ressalta Paulo Farias, acrescentando que a Semuslp é o órgão responsável pela fiscalização da Lei.

Apesar do respeito à Lei da Limpeza, as ruas, bairros e principais avenidas envolvidas nas festas de rua, também contaram com o trabalho das equipes de limpeza da Semulsp, inclusive no terceiro turno. “Nossa missão é assegurar a manutenção da limpeza, mesmo com intensa mobilização popular na cidade”, explicou Farias.

Durante este fim de semana carnavalesco, mais de 50 bandas e blocos estão previstos para acontecer. “Estaremos com equipes nas ruas acompanhando e zelando pela limpeza da cidade e pelo cumprimento da Lei”, assegurou o secretário da Semulsp.