"Black Friday" é última esperança do shopping de Manaus para sair da crise - Portal CM7
 
Manaus, 11 de dezembro
Mercado financeiro
Dólar
Euro
 
 
Home / Últimas Notícias / Cidades / “Black Friday” é última esperança do shopping de Manaus para sair da crise

“Black Friday” é última esperança do shopping de Manaus para sair da crise

Da redação | 22/11/2016 19:02

Turbinas prontas para mais uma Black Friday, que acontece na próxima sexta-feira, dia 25, nas lojas interessadas em aumentar suas vendas com um preço mais em conta para o consumidor.
2111_a5
No Amazonas Shopping a BF começará na sexta, 25, e irá até domingo, 27. De acordo com a assessoria do shopping, já na sexta-feira, o primeiro dia da ação, haverá 50% de desconto no estacionamento. No sábado, 26, o horário de atendimento do shopping será estendido funcionando das 9h às 23h, dando mais duas horas para o consumidor aproveitar as ofertas. Lojas de diversos segmentos estarão participando da BF, inclusive as de alimentação, que terão descontos especiais em pratos específicos.
“Mais da metade das 300 lojas do shopping já confirmou participação”, garantiu Mercedes Braz, proprietária da loja Lupo, presidente da associação dos lojistas do mall e diretora do CDL/AM (Clube dos Diretores Lojistas do Amazonas), “oferecendo descontos de 30% a 70% em seus preços. Todos os segmentos estarão envolvidos na Black Friday, até porque, no ano passado, o resultado foi positivo”, completou.

Sobre as pessoas que ironizam o acontecimento chamando-o de Black “Fraude”, Mercedes ensinou que os clientes não são burros. “Dias antes eles sondam as lojas observando os preços dos produtos que desejam comprar. Se o lojista aumentar, o cliente saberá. Lojista que faz isso, que tenta enganar o cliente, não é inteligente, não é comerciante, não leva seu negócio a sério e não irá se criar no ramo. Nos dias de hoje, a perda de um único cliente é coisa muito séria”, disse.

Manaus Plaza
No Manaus Plaza o Black Friday será Black Thursday, pois começará na quinta-feira, 24, e segue até domingo, 27. “Tudo para os consumidores aproveitarem os melhores descontos durante esses quatro dias”, falou a gerente de marketing Luciana Carvalho.
“A ação pretende movimentar os estoques de diversas lojas, com o objetivo de facilitar a garantia das compras dos presentes de Natal. São roupas, acessórios, eletroeletrônicos e muitos outros produtos com descontos de até 60%”, disse.
“O foco nesse momento é o cliente, que está mais exigente, não apenas com a qualidade e necessidade em fazer a aquisição dos produtos, mas também, no valor que isso vai ter no bolso”, concluiu a gerente.

Manauara
Para melhor atender ao cliente sem tempo, o Manauara irá estender seu horário de funcionamento; na sexta, 25, abrirá das 9h às 23h; no sábado, 26, das 10h às 23h; e no domingo o horário será normal.
“Temos mais de 300 operações, entre lojas e quiosques, e cerca de 90% delas deverão participar da Black Friday, que todos os anos tem crescido. Podemos dizer que o balanço tem sido muito positivo. Este é o terceiro ano que o Manauara Shopping participará da Black Friday e todos estamos otimistas com o fluxo de clientes”, lembrou Rodrigo Galo, superintendente do Manauara.

Ponta Negra
“A intenção é trabalharmos com uma campanha de ofertas que funcione como uma espécie de termômetro para as vendas de final de ano”, falou Diógenes Costa, superintendente do Shopping Ponta Negra. “As lojas participantes do Black Friday irão oferecer descontos de até 80% em produtos de todos os segmentos e a nossa expectativa é que os consumidores aproveitem para antecipar as compras e garantir um fim de ano cheio de presentes. Por isso, nossa sugestão é que o cliente inclusive chegue um pouco mais cedo nos dias do Black Friday (25 a 27, no Ponta Negra), assim ele poderá aproveitar uma maior variedade de produtos”, completou.89309_697x437_crop_53e016c05b815

“No ano passado, durante todo o período da campanha, nós registramos um aumento considerável no fluxo de clientes no centro de compras, principalmente porque ampliamos o horário de funcionamento do shopping e fizemos ações de relacionamento com os clientes. Esse ano, com o reaquecimento da economia, esperamos números ainda melhores”, finalizou.

Primeira Black Friday foi em 1869

Nos EUA, o primeiro uso do termo Black Friday data de setembro de 1869, quando os americanos Jay Gould e James Fisk tentaram tomar o mercado do ouro na Bolsa de Valores de Nova York. O governo foi obrigado a intervir para corrigir a distorção elevando a oferta da matéria-prima ao mercado, fazendo os preços caírem e investidores perderam grandes fortunas.

O termo Big Friday ganhou popularidade pela primeira vez na Filadélfia, nos anos 1960. Policiais frustrados pelo trânsito causado pelos consumidores naquele dia começaram a se referir dessa forma ao Black Friday. Mas os lojistas, evidentemente, não gostaram de ser associados ao tráfego e à poluição, e a invenção não pegou.

Com o tempo, o Black Friday passou a significar “voltar ao azul” (do inglês going back to black). Os lojistas conseguiram, no entanto, dar uma interpretação positiva ao termo ao dizer que ele se referia ao momento em que os estabelecimentos retornavam ao azul, ou seja, voltavam a ter lucro. No entanto, não há provas de que isso teria realmente acontecido.

Embora o Black Friday seja considerado o maior dia de compras do ano, a data não ganhou essa designação consistentemente até os anos 2000. Isso porque, por muitos anos, a regra não era que os americanos adoravam uma liquidação, mas adoravam procrastinar. Ou seja, até tal ponto, era no sábado – e não na sexta-feira – que as carteiras ficavam mais vazias.

Por muito tempo, os lojistas canadenses morriam de inveja dos colegas americanos, especialmente quando seus clientes fiéis colocavam o pé na estrada rumo ao sul em busca de boas compras. Mas agora eles passaram a oferecer as suas próprias liquidações – apesar de o Dia de Ação de Graças no Canadá acontecer um mês antes. No México, a Black Friday ganhou novo nome – ‘El Buen Fin’, ou ‘Bom fim de semana’. A comemoração é associada ao aniversário da revolução de 1910, que às vezes cai na mesma data que o Dia de Ação de Graças nos EUA. Como o próprio nome sugere, o evento dura o fim de semana inteiro. No Brasil, a Black Friday irá para a sua sétima edição.

Conteúdo e fonte  JORNAL do Commercio http://www.jcam.com.br/noticias_detalhe.asp?n=45743&IdCad=1&IdSubCad=13&tit=Shoppings%20s%F3%20aguardando%20o%20dia

{{post.date}}

 


Anuncie em Nossas Pesquisas
Anuncie em Nossas Pesquisas

FAÇA SEU COMENTÁRIO SOBRE ESTA NOTÍCIA