Iranduba – O Ministério Público do Estado do Amazonas (MP-AM), deflagrou na manhã desta quinta-feira (8), a Operação Avaritia (Latin: cobiça), com o objetivo de cumprir dois mandados de prisão, 15  de busca e apreensão, e 15  de busca pessoal nas cidades de Manaus e Iranduba.

Os alvos de prisão temporária são os vereadores Kelison Dieb (PMDB) e Jakson Pinheiro (PMN). Eles são suspeitos de participarem de uma organização criminosa que vinha praticando cobrança de propina para a aprovação de Projetos de Lei na Câmara Municipal de Iranduba.

As investigações começaram em dezembro de 2018 pelos Promotores de Justiça do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado do Ministério Público (GAECO).

De acordo com informações, o vereador Kelison foi preso portando uma arma de fogo de fabricação caseira. Já o vereador Jakson foi flagrado tentando destruir prova, jogando o aparelho celular dele no vaso sanitário. Por isso, os dois foram apresentados para o flagrante no 19° Distrito Integrado de Polícia (DIP) que fica na estrada da Ponta Negra, no bairro Santo Agostinho.

Detalhes deverão ser passados durante coletiva, às 12h, na sede do MP-AM, localizada na estrada Coronel Teixeira, bairro Ponta Negra.

Veja vídeo