Após viralizar matéria do CM7, ‘Tigrão’ se faz de vítima e pede desculpas às autoridades do Amazonas; veja

Por Almeida em 12 de janeiro de 2021 às 11:07 | Atualizado 12 de janeiro de 2021 às 11:07

Manaus (AM) – Na tarde da última segunda-feira (11), o Portal CM7 divulgou um vídeo onde aparece o ‘Rei das Clandestinas’, Felipe Tigrão, em mais uma aglomeração e desafiando as autoridades. Após a veiculação do conteúdo exclusivo, ‘Tigrão’ emitiu nota de esclarecimento durante a noite de ontem, onde pediu desculpas aos servidores do Governo do estado do Amazonas.

Ainda na ‘nota de esclarecimento’, Felipe diz que não tinha a intenção desrespeitar ninguém, mesmo que no vídeo, que ele gravou, mostre o mesmo e mais dezenas de amigos insultando o Secretário de Segurança Pública, Louismar Bonates.

Agora, após a repercussão, ‘Tigrão’ diz que vai colaborar com as autoridades e que todos devem obedecer os protocolos de segurança contra a Covid-19.

ENTENDA O CASO

Preso na semana passada, vulgo ‘Tigrão’ faz mais uma festa clandestina e desafia a Polícia; veja vídeo

,

Manaus (AM)- Desdenhando do decreto estadual e do vírus que já matou mais de 203 mil pessoas em todo o Brasil, o cantor ‘Felipe Tigrão’, mais uma vez, participou de festa clandestina em Manaus. No último domingo (10), o ‘Rei da Clandestina’ gravou um vídeo e viralizou nas redes sociais após xingar o secretário de Segurança Pública do Amazonas, Louismar Bonates.

Nas imagens enviadas ao Portal CM7, Felipe, que foi preso semana passada, diz que vai continuar fazendo resenha clandestinas. Os amigos, totalmente embriagados, endeusam a fala ignorante de ‘Tigrão’.

“Vai tomar no c*, Bonates! Chupa! Ih, fodeu, o Tigrão apareceu”, diz o grupo.

Vale ressaltar que no momento Manaus vive uma segunda-onda da Covid-19, que os hospitais particulares e os públicos estão sem leitos disponíveis, e que o governo estadual está tendo que trazer oxigênio de São Paulo para salvar vidas. Diante dos fatos, é de extrema importância que o decreto seja cumprido. Somente no domingo (10), a capital amazonense registrou 144 enterros, e bateu recorde diário desde o início da pandemia.

O Portal CM7 entrou em contato com as autoridades, que já estão investigando o caso.

LEIA TAMBÉM (clique no título):

Regada a maconha, pó e loló, festa clandestina é fechada e todos os organizadores são presos; veja vídeos

 

Deixe seu comentário