Amazonense com paralisia é exemplo de superação em Congresso Brasileiro

O analista de Tecnologia da Informação Glauco Kramer, que desenvolveu maior parte de suas atividades em casa, recentemente virou um exemplo de superação no Congresso Brasileiro de Perícia Médica e Previdenciária. Ele foi premiado na categoria de Reabilitação Profissional. Há três meses vivendo a experiência de reintegração ao trabalho, Glauco conta que sua nova realidade faz ele se sentir útil e motivado.

A condição de Glauco se deu quando ele tinha 27 anos. Enquanto jogava futebol, sofreu um Acidente Vascular Cerebral (AVC). Foi quando ele descobriu que o tipo de AVC que ele teve era uma condição de nascença. “Descobri que era como se fosse uma bomba-relógio, poderia explodir desde o momento que nasci ou não, e se nunca explodisse, eu nunca saberia que tinha esse problema”, relatou o analista de TI.

Glauco entrou na Prodam em 2012 e tinha acabado de receber a notícia de que não tinha mais a doença, porém, em 2014 ele voltou a ter o problema e descobriu que ainda sofria da condição.

Em 2015, ele foi submetido a uma cirurgia neurológica. Ficou curado, mas teve sequelas. Hoje Glauco possui dupla hemiparesia espástica, muito parecido com a tetraplegia. Tem dificuldade para falar e comer, além de o lado esquerdo do rosto paralisado. Para manter a qualidade de vida, ele se consulta regularmente com diversos profissionais de saúde, como fisioterapeuta, fonoaudiólogo, psicólogo, etc.

Em outubro do ano passado, Glauco decidiu que estava cansado de fazer coisas como “um ratinho de laboratório”, como ele mesmo diz, e expressou sua vontade de voltar a trabalhar.

Foi quando o médico perito do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), Evandro Miola, apresentou em Brasília (DF), o caso do analista de TI da PRODAM no VI Congresso Brasileiro de Perícia Médica Previdenciária, e se surpreendeu com a solicitação de Glauco. “É raro recebermos o pedido de revisão de alguém que, já recebe o benefício, querendo voltar a trabalhar, principalmente em virtude das limitações motoras de Glauco. Geralmente o próprio segurado deseja logo obter a aposentadoria e encerrar as atividades profissionais. Sem dúvidas, ele é uma inspiração para muitas pessoas”, comentou.

ver mais notícias