“Vou fazer um trabalho de continuidade”, disse em entrevista na manhã desta terça-feira, dia 22, o pré-candidato à prefeitura de Manaus, Alfredo Nascimento, ao se referir ao apoio que recebe do atual prefeito Arthur Virgílio Neto. Segundo ele, o equilíbrio fiscal alcançado pelo prefeito Arthur vai possibilitar a continuidade e ainda a volta de programas e projetos que o colocaram como melhor prefeito do Brasil, por duas vezes.

“O que o Arthur fez que é bom, eu vou continuar e quero complementar tudo que foi feito na cidade. O que estraga muito a política é o fato de alguém ganhar a eleição e desmanchar tudo que estava funcionando, porque foi feito por outro, como fizeram comigo com o programa Médico da Família, por exemplo, e dessa maneira acaba a continuidade. Ser prefeito mais uma vez é mais um pagamento de dívida que eu tenho com a cidade. Foi Manaus que me projetou e tenho certeza de que estou mais preparado e mais experiente”, explicou.

Alfredo elogiou os atuais números econômicos da prefeitura e falou do quanto as finanças equilibradas são importantes para uma boa gestão e que por isso se candidata a ser prefeito mais uma vez para que Manaus não venha a cair em mãos erradas.

“Em 2013, a prefeitura estava quebrada, tanto que o então prefeito nem se candidatou a reeleição porque a possibilidade de ele ganhar era nenhuma. Arthur recebeu a prefeitura com uma dívida de R$350 milhões de reais, e a previdência com um buraco de R$ 3 bilhões. Isso significava não pagar o salário dos aposentados. Agora, a previdência do município é a primeira colocada do país entre as 27 capitais e tem um superávit de R$ 1,5 bi. Esse equilíbrio e essa arrumação financeira que ele promoveu é fundamental. Ganhar a eleição significa aproveitar tudo isso que foi feito de bom. Outra ganhando significa interromper tudo. Fizeram isso com o Expresso, com o Médico da Família e outros programas que beneficiavam a população” disse o pré-candidato.

Alfredo, que foi prefeito de Manaus por dois mandatos (1997-2004), chegou a alcançar uma popularidade de 94.7%, o que o colocou como melhor prefeito do Brasil, por duas vezes, que segundo ele se atribui pelo jeito diferente de administrar.

“O contato que tive nos últimos dias com as pessoas reacendeu em mim a chama, o desejo de ser aquele prefeito que fui. Eu sei que estou preparado para ser aquele prefeito de antigamente. Claro que mais moderno, mais atualizado, mas sei que posso contribuir com a minha cidade. Se for eleito prefeito de Manaus, minha responsabilidade é com o povo”, relatou.

Vice

Sobre a vice de sua chapa, Conceição Sampaio, Alfredo destacou que ela tem larga experiência como parlamentar e também na área social e dessa forma é a pessoa certa para compor a chapa formada pelo PL e PSDB.

“A Conceição é uma pessoa do bem. Ela faz uma política do servir, ela gosta muito dessa área social. Foi vereadora, deputada estadual e federal e ainda secretaria municipal da Mulher, Assistência Social e Cidadania. Ela vai ajudar a conduzir Manaus a quatro mãos. As minhas administrações foram muito ligadas a área social e vamos trabalhar juntos. Ela é um complemento da inteireza da administração que queremos fazer”, disse Alfredo.

* Com informações da Assessoria