Conselheira do Tribunal de Contas quer explicações sobre as furas filas da vacina em Manaus

Por Redação Lima em 19 de janeiro de 2021 às 22:47 | Atualizado 19 de janeiro de 2021 às 22:50

A Conselheira Yara Lins, do Tribunal de Contas do Estado do Amazonas, é a primeira autoridade dos órgãos de fiscalização do Amazonas a cobrar explicações das autoridades do Estado sobre as denúncias de que privilegiados estão tomando a vacina da Covid na frente dos grupos prioritários. Yara Lins quer saber se as herdeiras da família Nilton Lins tomaram a CoronaVac na frente dos pobres mortais.

Yara também intimou o Secretário Estadual de Saúde, Marcellus Campêlo, o destino das 50 mil doses de vacina doadas pelo Estado de São Paulo, que foram doados aos profissionais de Saúde. Se as vacinas foram desviadas, os responsáveis precisam responder pela carteirada.

Confira o oficio

Deixe seu comentário