Três crianças morrem abraçadas em incêndio enquanto a mãe enche a cara no bar

Por Bruno Almeida em 20 de dezembro de 2020 às 13:54 | Atualizado 20 de dezembro de 2020 às 13:54

Brasil – Na noite do último sábado (19), três crianças, sendo duas de 3 e 4 anos e uma bebê de 8 meses, morreram queimadas durante um incêndio em uma residência na rua Cumarú, no bairro Portal da Amazônia, na região do Calafate, em Rio Branco.

Populares disseram  que a mãe das crianças havia deixado os filhos sozinhos para ir a um bar na região. As três crianças estavam em cima da cama quando um ventilador superaqueceu e pegou fogo, dando início a um incêndio na casa.

Enquanto as chamas consumiam a estrutura da casa, as crianças de 3 e 4 anos tentaram se proteger embaixo da cama, mas acabaram morrendo carbonizadas. Os corpos foram encontrados abraçados. Uma menina de 8 meses ficou deitada sobre o colchão e também morreu carbonizada.

Os vizinhos, ao verem o fogo, tentaram apagar as chamas utilizando uma caixa d’água que estava cheia, mas não foi o suficiente para conter o avanço do incêndio. O Corpo de Bombeiros foi chamado e conseguiu fazer apenas o rescaldo.

No local, dois médicos choraram enquanto atestavam os óbitos das crianças, e saíram visivelmente abalados do local do ocorrido. Pouco tempo depois, a mãe das crianças chegou no local e recebeu voz de prisão pela Polícia Militar. Ela foi levada para a Delegacia de Flagrantes e poderá responder por abandono de incapaz.

Deixe seu comentário