Brasil – Um presidiário que não teve a identificação revelada foi submetido a um procedimento cirúrgico para a retirada de um celular modelo J5 introduzido no ânus. O homem cumpre pena no presídio Urso Branco, em Porto Velho.

Os agentes penitenciários receberam denúncia anônima dando conta de que o apenado estava com o aparelho no ânus e levaram ele para uma unidade médica na quarta, 16.

Através de exame de raio X foi confirmada a denúncia. Os médicos não conseguiram tirar o telefone sem procedimento cirúrgico, a qual o apenado teve de ser submetido na quinta-feira, 17, no hospital João Paulo II.

Massa News