Brasil – Um estudo sugere que Manaus já atingiu a imunidade de rebanho contra Covid-19. A pesquisa, que ainda não foi publicado em revista científica, mostrou a presença de anticorpos para o Sars-Cov-2 em mais de 6,3 mil amostras de sangue colhidas pela Fundação Hospitalar de Hematologia e Hemoterapia do Amazonas.

De acordo com os pesquisadores, foram avaliadas 6.316 amostras entre os dias 7 de fevereiro e 19 de agosto. Entre fevereiro e março, menos de 1% apresentava anticorpos. Já as amostras avaliadas em agosto mostraram que entre 44% e 66% das pessoas haviam produzido anticorpos contra o vírus.

O segundo número sugere que a cidade tenha alcançado a imunidade de rebanho, o que os cientistas explicam pela elevada taxa de mortalidade na região e a rápida queda no número de novas transmissões.

O estudo destaca que a queda no número de casos não teria ocorrido apenas devido à imunidade coletiva, mas a ações como isolamento social, uso de máscaras e outras prevenções adotadas pelas autoridades.

Apesar o resultado, os cientistas ainda consideram a amostragem pequena pelo porque inclui apenas doadores de sangue.

* Com informações do IG