Brasil – Um policial militar rodoviário foi preso com outros dois homens suspeitos de aplicar golpe no dono de uma empresa em Araçariguama (SP). O trio foi preso por extorsão ao pedir R$ 150 mil para liberar caminhão abordado por supostas irregularidades.

A vítima procurou a polícia na última sexta-feira (28) e contou que recebeu ligações de um homem que se passava por policial civil de Elias Fausto (SP), região de Campinas (SP).

De acordo com a polícia, o policial pedia propina para liberar o caminhão da vítima que tinha sido parado em uma fiscalização e estaria com irregularidades.

Orientada por investigadores de Araçariguama, a vítima marcou um encontro com o suspeito em um posto do quilômetro 53 da rodovia Castello Branco.

Policiais civis fizeram o cerco e prenderam o policial militar rodoviário Jhonatan de Araújo, que tentou enganar a vítima. Também foram presos outros dois homens que participaram da ação.

O policial preso, que negou envolvimento no crime, foi encaminhado para o presídio militar Romão Gomes na capital. Ele teve a prisão em flagrante convertida em preventiva em audiência de custódia.

Os outros dois suspeitos foram encaminhados a presídios da região e também devem passar por audiência de custódia. Com informações do G1.