Pai quebra vidro de hospital para socorrer filho e acaba preso

Na noite deste domingo (6), Ednilson Belo da Silva, 33, foi preso após quebrar o vidro de entrada de emergência de um hospital. Caso aconteceu na Zona Norte de São Paulo.

Ednilson estava acompanhando o filho de 10 anos que foi atropelado por um motociclista. O atropelamento aconteceu por volta das 19h de domingo na rua Doutor Carmelo D’Agostinho, no Jaraguá, zona oeste da capital. Segundo o tio do menino, ele levava jantar para o pai no bar, que fica em frente à casa da família, quando dois homens passaram em alta velocidade e atropelaram a criança. Ela chegou a ser arremessada a cinco metros. A dupla fugiu em seguida.

De acordo com um segurança do hospital, é norma da unidade de saúde manter a porta de emergência trancada. Ainda de acordo com a testemunha, o bombeiro que atendia à criança já estava a caminho da recepção para buscar a chave quando Ednilson quebrou o vidro usando a maca de emergência.

Em nota, o Conjunto Hospitalar do Mandaqui disse que atendeu prontamente o paciente assim que deu entrada na unidade. “Cabe esclarecer que a referida porta é de entrada exclusiva para casos que chegam em veículos socorristas. O hospital registrou Boletim de Ocorrência devido ao dano ao patrimônio”, completa o texto.

Por não ser réu primário, Ednilson não pode sair com pagamento de fiança. Segundo familiares, ele já foi preso, acusado de estelionato, e estava há quatro anos em liberdade.

Durante a confusão, a mãe da criança passou mal e foi encaminhada para outro pronto socorro. O menino segue internado em observação, se queixa de dor de cabeça e não se lembra do acidente.

ver mais notícias