Brasil — Nas redes sociais, o presidente criticou opositores, que só apontam falhas em atos do governo, mas não dão alternativas nesse momento de crise.

“Minha crescente popularidade importuna adversários e grande parte da imprensa, que rotulam qualquer ação minha como eleitoreira. Se nada faço, sou omisso. Se faço, estou pensando em 2022”, declarou Bolsonaro.

O governo anunciou o Renda Cidadã para reforçar o já existente Bolsa Família e que tem o objetivo de continuar ajudando as famílias beneficiadas pelo auxílio emergencial, pago em parcelas durante a pandemia.

“O auxílio emergencial, infelizmente para os demagogos e comunistas, não pode ser para sempre”, afirmou.

O presidente voltou a criticar as medidas de isolamento social defendidas pela OMS.

“Os responsáveis pela destruição de milhões de empregos agora se calam”, concluiu Bolsonaro.

* Com informações da Pátria Digital