Governo Federal lançou, nesta terça-feira (7), em evento no Palácio do Planalto, o projeto Arrecadação Solidária, criado para apoiar instituições sem fins lucrativos que atuem com trabalho voluntário junto a grupos vulneráveis da sociedade. Pessoas físicas e jurídicas poderão, por meio de doações, apoiarem entidades que atuam em prol de serviços voluntários ao próximo. A prioridade será direcionar esforços aos grupos de riscos, principalmente os idosos, no entanto, também serão atendidas demandas de comunidades que sofrem com os efeitos sociais e econômicos da pandemia do coronavírus. O projeto é realização do programa Pátria Voluntária em conjunto com a campanha Todos por Todos com a Fundação Banco do Brasil.

A primeira-dama e também presidente do programa Pátria Voluntária, Michelle Bolsonaro, ressaltou a importância da união e da solidariedade nesse momento de crise contra o coronavírus. “Diante dessa pandemia, precisamos mais do que nunca de voluntários. Vamos unir a nação em prol dos mais frágeis e vulneráveis. Gostaria de agradecer, carinhosamente, cada um dos profissionais dos serviços essenciais, especialmente da área de saúde, que vêm trabalhando incansavelmente pelo bem-estar de todos durante essa crise”, destacou Michelle.

O ministro-chefe da Casa Civil, Braga Netto, informou que o Governo Federal tem realizado várias ações para solucionar a crise atual. “Não podemos esquecer que somos um povo criativo, solidário e que não desiste nunca. Estamos certo que superaremos esse momento com a união e a participação de todos”, afirmou o ministro.

Na ocasião, o ministro e o presidente da Fundação Banco do Brasil, Asclepius Ramatiz Lopes Soares, assinaram acordo de cooperação técnica para viabilizar as diretrizes do poder público com o privado na promoção de ações emergenciais de combate e mitigação dos efeitos da pandemia do coronavírus.

A Arrecadação Solidária é realização do programa Pátria Voluntária conjuntamente com a campanha Todos por Todos e com a Fundação Banco do Brasil. As doações, de pessoas físicas ou jurídicas, devem ser realizadas na página www.gov.br/todosportodos e também na Plataforma patriavoluntaria.org. O valor mínimo é de R$ 30.

A operacionalização dos depósitos da Arrecadação Solidária será realizada pela Fundação Banco do Brasil, que garantirá a prestação de contas com transparência e fará o monitoramento das organizações sociais apoiadas. A Fundação tem ampla experiência na gestão de projetos sociais e estruturou soluções para o recebimento de doações da sociedade brasileira e da comunidade internacional, em contas exclusivas. As doações podem ser realizadas por transferência bancária ou via cartão de crédito.

Voluntariado
O Programa Nacional de Incentivo ao Voluntariado foi instituído pelo Decreto nº 9906, de 9 de julho de 2019, com a finalidade de promover o voluntariado de forma articulada entre Governo, organizações da sociedade civil e o setor privado e incentivar o engajamento social e a participação cidadã em ações transformadoras da sociedade.

Fonte: Chumbo Grosso