Brasil – No último domingo, 1, foi divulgado a prisão de uma mãe, de 33 anos, que foi presa suspeita de dar o consentimento para que seu companheiro abusasse sexualmente de sua filha de 13 anos, na cidade de Tocantinópolis, norte do Tocantins.

A investigação do caso teve início em maio deste ano, após uma denúncia anônima de que o homem tinha uma arma de fogo e que teria estuprado a menina. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública (SSP), uma revista foi realizada no local, e os dois suspeitos foram levados para a delegacia onde confessaram os abusos. Ainda segundo a SSP, o casal tem uma união estável há nove anos.

O homem, que tem 33 anos, afirmou que não havia estuprando a enteada, mas estava apenas “namorando” com a menina desde quando ela tinha 12 anos. Já a mãe contou que tinha total conhecimento do relacionamento da filha e do companheiro. Teria dito ainda que torcia para que eles se casassem e tivessem filhos.

Durante o depoimento, a mulher também afirmou que tinha feito um quarto na casa dela para o companheiro e filha poderem namorar de forma mais tranquila. Porém, segundo as investigações, a vítima não consentia com os abusos.

A mãe foi presa por omitir o abuso sofrido pela filha e padastro por porte ilegal de arma. Ambos foram detidos na última quinta-feira, 28.

Leia mais: Idosa é atingida na cabeça por pneu de caminhão e fica em estado grave – Veja vídeo