Lula pede para seguidores, matar e lutar pela causa, igual ao Chile; veja vídeo

Por Meriane Jeffreys em 10 de novembro de 2019 às 17:45 | Atualizado 10 de novembro de 2019 às 18:01

Brasil – O ex-presidente Lula, que saiu na última sexta (8) da Superintendência da Polícia Federal (PF) em Curitiba, onde esteve preso por 580 dias, discursou neste sábado (9) no Sindicato dos Metalúrgicos, em São Bernardo do Campo, no ABC Paulista.

Lula voltou a atacar Bolsonaro, Sergio Moro e Deltan Dallagnol, além de tecer duras críticas a Rede Globo, STB e Record.

O ex-presidente falou que o Brasil precisa fazer igual ao povo do Chile e da Bolívia, matar e  atacar. 

 

Deixe seu comentário