Garotinho é preso pela PF enquanto apresentava programa de rádio

O ex-governador do Rio Anthony Garotinho foi preso pela Polícia Federal, na manhã desta quarta-feira (13), em São Cristóvão, Zona Norte do Rio de Janeiro.

Segundo informações de O Globo, agentes cumpriram o mandado de prisão domiciliar e chegaram por volta das 10h30 na Rádio Tupi, onde ele apresentava seu programa diário.

Garotinho foi condenado pela Justiça por compra de votos e deve cumprir prisão domiciliar, além de ter de usar tornozeleira eletrônica e estar proibido de utilizar aparelhos eletrônicos e celulares. O contato com pessoas também deve estar restrito aos familiares mais próximos.

A viatura da PF seguiu com o ex-governador para Campos dos Goytacazes, município do interior, onde ele vive. Para a Justiça, Garotinho comanda um grupo que segue cometendo crimes, como ameaça a testemunhas e destruição de provas. Por isso a necessidade imediata de prisão.

Em outro inquérito, o ex-governador também foi condenado à prisão, mas dessa vez em regime fechado, acusado de corrupção eleitoral, associação criminosa e supressão de documentos públicos. Nesta caso, cabe recurso e, até a sentença ser confirmada em segunda instância, ele pode aguardar em liberdade.

ver mais notícias