Denunciada como a mandante do assassinato do pastor Anderson do Carmo, a deputada federal Flordelis dos Santos de Souza (PSD-RJ) teria oferecido sexualmente uma das filhas afetivas para pastores evangélicos. A informação consta em depoimento de uma testemunha obtido pelo Fantástico, da TV Globo.

“[A testemunha] lembra que em determinada época [os familiares] receberam a visita de pastores pentecostais estrangeiros”, inicia o texto.

“O declarante lembra que, como forma de recepção para os tais pastores, [uma das filhas] foi oferecida sexualmente para os mesmos. Flordelis foi quem fez a oferta”, prosseguiu.

Assim, a denúncia do MPRJ aponta que existe uma “completa dissociação entre a imagem construída [pela deputada federal Flordelis] e as práticas do grupo familiar”.

Com informações do Metrópoles