Um homem de 47 anos foi morto a tiros pelo próprio filhoContinua depois da publicidade
 no final da tarde desta quinta-feira (10), na zona rural de Paulista, município do Sertão da Paraíba. Segundo informações das Polícias Civil e Militar, o suspeito de 26 anos teria cometido o crime para defender a mãe das agressões da vítima, ex-companheiro dela.

O filho estava em casa com a mãe quando o pai chegou. Ele estaria sob o efeito de drogas e teria tentado agredir a ex-companheira. Para defendê-la, o suspeito discutiu e atirou contra o homem.

A mulher disse que não viu o momento em que o suspeito atirou na vítima, mas ouviu os disparos. Informou também que não tinha conhecimento da presença da arma em casa e que não sabe a quem o equipamento pertence.
Antes de fugir, ele ainda teria ajudado a colocar o pai em um veículo para ser levado ao hospital.

O homem foi socorrido com vida, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.
O suspeito fugiu do local e ainda não foi localizado pela polícia.