Eike Batista já produziu 8 anexos de proposta de delação que citam Lula, Cabral e Mantega

Pelo menos 8 anexos de uma proposta de delação premiada já foram produzidos pelo empresário Eike Batista e seus advogados. O documento será entregue ao Ministério Público Federal (MPF) no Rio de Janeiro.

Até o momento, os nomes fortes mais relevantes na colaboração de Eike são o ex-presidente Lula, o ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral (PMDB) e o ex-ministro da Fazenda Guido Mantega.

Eike irá detalhar lobby que foi feito por Lula para favorecer empresas do grupo X. Porém, o empresário destaca que o ex-presidente nunca fez nenhuma solicitação formal para que ele contribuísse em suas campanhas eleitorais. No caso de Mantega, ele promete revelar o pedido do ministro para que fosse feito um pagamento de R$ 5 milhões, para os interesses do PT. Eike já prestou depoimento no ano passado à força-tarefa da Lava Jato sobre o tema.

Já o ex-governador Sérgio Cabral teria cobrado propina de duas empresas de Eike, a petroleira OGX e a OSX, braço de construção naval do grupo.

ver mais notícias