Brasil – Um inquérito policial foi aberto na quarta-feira, 18, para investigar a morte de um detento no Centro de Detenção Provisória de Icoaraci (CDPI), distrito de Belém. Vídeos feitos por presos circularam nas redes sociais mostrando a vítima sendo obrigada a se enforcar.

O detento foi amarrado próximo da grade onde tentou se salvar, gritando por socorro. Os demais presidiários começaram a puxá-lo e um deles chega a subir nos ombros da vítima até a morte. Mesmo sem vida, o corpo ainda recebe chutes e socos. Alguns presos aparecerem gravando a cena.

Segundo a Superintendência do Sistema Penitenciário do Estado (Susipe), dois presos foram identificados nas imagens e devem ser autuados em flagrante pelo crime. ​O vídeo, disse a Susipe, já foi encaminhado para a Polícia Civil, responsável pela investigação.

A identidade da vítima não foi divulgada. Ele estava preso desde outubro de 2016 pelos crimes de roubo e assalto a mão armada.

Em nota, a Susipe disse ainda que tem intensificado revistas nas unidades prisionais para impedir a entrada de objetos proibidos nos centros de detenção, como aparelhos de telefonia móvel. Em 2017, 2.283 celulares foram apreendidos dentro dos presídios do Estado.

Cenas fortíssimas

G1