Brasília – Catadores de materiais recicláveis encontraram o corpo de um bebê na manhã desta terça-feira (05) em uma área de transbordo de lixo do Serviço de Limpeza Urbana (SLU), em Sobradinho 1. O grupo fazia a triagem de resíduos na área e chamaram o Corpo de Bombeiros. 
 
Segundo os socorristas, não foi possível identificar o sexo, idade aproximada ou a causa da morte do feto. Os bombeiros sinalizaram e isolaram a área e orientaram os trabalhadores a interromperem as atividades. A Polícia Civil foi chamada para fazer as investigações.
 
Além disso, solicitou o recolhimento do corpo junto ao Instituto de Medicina Legal (IML). A 13ª Delegacia de Polícia (Sobradinho) investiga o caso. 

Outros casos

Em novembro do ano passado, um morador de rua encontrou um feto em um contêiner em na Rua 12 de Vicente Pires. A polícia foi acionada e constatou que se tratava de um feto humano. A mulher apontada como provável mãe da criança foi localizada e ouvida na 38ª Delegacia de Polícia (Vicente Pires). 
 
Na unidade, ela confessou que fez o aborto e deixou o feto no contêiner. Ela teve a ajuda de um homem, que também foi indiciado. Segundo os dois, ele não era o pai da criança. Por não se tratar de flagrante, ninguém foi preso.
 
Fonte: Correio Braziliense