Caso Henry: defesa quer Jairinho de volta a cargo de vereador

Por Bruno Almeida em 29 de novembro de 2021 às 8:04 | Atualizado 29 de novembro de 2021 às 8:04

Brasil – Os advogados do parlamentar cassado e médico Jairo Souza Santos Junior, o Dr. Jairinho, entraram com um mandado de segurança no Tribunal de Justiça para ele voltar ao cargo de vereador na Câmara do Rio. Padrasto de Henry Borel, de 4 anos, Dr. Jairinho está preso acusado da morte do menino desde de 8 de abril.

No pedido enviado à Justiça, a defesa alega que Dr. Jairinho tem “reputação ilibada e idoneidade moral” e o inquérito que investiga sua participação na morte de Henry “não possui condão de afastar a presunção de sua inocência”.

As informações foram confirmadas pelo advogado Berilo Martins da Silva Netto. O ex-vereador foi cassado em junho.

Réus

Dr. Jairinho e a mãe de Henry, a professora Monique Medeiros, são réus no 2º Tribunal do Júri pela morte do menino. A próxima audiência está marcada para 14 e 15 de dezembro onde serão ouvidas as testemunhas de defesa.

O menino Henry foi levado pelo ex-casal ao Hospital Barra D’or no dia oito de março já morto. Eles alegaram acidente doméstico. Mas laudo do Instituto Médico-Legal apontou 23 lesões por agressões. Jairinho também é acusado de agressão a outras duas crianças. Ele também responde por estupro contra ex-namorada.

Com informações do Metrópoles.

Deixe seu comentário