O presidente Jair Bolsonaro admitiu em entrevista ao Washington Post que a reforma da Previdência é impopular, mas que “não temos alternativas” a não ser aprová-la no Congresso. “Se não passar, vai causar um colapso econômico”, comentou.

Questionado sobre sua opinião em relação ao presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, Bolsonaro afirmou que admira e sempre admirou o país e que simpatiza com o norte-americano “porque ele quer tornar a América grande novamente”. “Até o momento, fiz cinco ou seis reuniões com autoridades importantes dos Estados Unidos, incluindo (o conselheiro de segurança nacional) John Bolton. Tenho planos de visitar os EUA em março”, disse. Com informações do Estadão Conteúdo.