A deputada federal Flordelis, que está sendo investigada pelo envolvimento na morte do marido, foi flagrada de tornozeleira eletrônica em um culto em São Gonçalo, Rio de Janeiro. A justiça que obrigou a deputada a usar o aparelho, que ela fez questão de mostrar aos fiéis.

Apontada como mandante do assassinato do marido, Flordelis compareceu na Secretaria de Administração Penitenciária do Rio na última quinta-feira (08) para colocar a tornozeleira. “Isso não comprova nada”, disparou a deputada enquanto mostrava o aparelho. O crime aconteceu em 2019.