Brasil – Após a mudança do limite para o saque-imediato do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço), de R$ 500 para R$ 998, a Caixa Econômica Federal deve liberar até o Natal R$ 2,6 bilhões para 10,1 milhões de trabalhadores, informou o jornal “O Globo”.

O Congresso aprovou a medida provisória (MP) que libera o saque do FGTS com mudanças em relação ao texto original enviado pelo governo. A principal alteração define que quem tinha até um salário mínimo (R$ 998) na conta do FGTS em 24 de julho, quando a medida entrou em vigor, poderá sacar esse valor todo, em vez de até R$ 500.

As mudanças feitas pelos parlamentares ainda não estão valendo. O texto foi enviado para sanção do presidente Jair Bolsonaro no fim de novembro para virar lei.

Segundo o jornal, A Caixa já está preparada para fazer os pagamentos e aguarda apenas a sanção do projeto. Não haverá cronograma especial. Também será possível sacar os recursos nas agências lotéricas. Quem tem conta poupança no banco terá o dinheiro depositado automaticamente.