Brasil – Um estranho caso, como o da lenda do “boto cor de rosa”, assustou moradores de Marabá, município do Pará.

Uma adolescente de 17 anos, que alega ser virgem, se sentiu mal e foi fazer o teste da Covid-19. Ao ser atendida em uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA), recebeu a notícia que estava grávida, e também com coronavírus. 

O noivo, que assim como a moça, também é crente, afirmou que nunca a tocou.

“Sempre que tentava ter algo com ela, ela falava que estava se guardando para Jesus e que só ia liberar depois do casamento.”

A jovem diz que a única explicação é que tenha engravidado do Covid.