Absurdo: sem sedativos em hospitais, pacientes acordam intubados

Por Redação Lima em 8 de abril de 2021 às 16:04 | Atualizado 8 de abril de 2021 às 16:04

Pernambuco –  A situação grave do Estado de Pernambuco  é assunto mais comentado nas últimas dez horas, o número alto de pacientes com Covid-19 internados em leitos de Unidades de Terapia Intensiva (UTI)  fez com que, segundo profissionais da saúde, começassem a faltar alguns medicamentos do “kit intubação”, usados para intubar e sedar pacientes em unidades de saúde. As Secretarias de Saúde de Pernambuco e do Recife negaram desabastecimento.

Segundo a reportagem da TV local de Pernambuco, o médico intensivista Arthur Milach, coordenador da UTI-Covid afirmou que, por conta da situação, não é possível garantir que os pacientes ficarão totalmente inconscientes e, sem sedação, alguns pacientes acordam.

O médico explicou que, quando acaba um certo tipo de sedativo, os hospitais algumas vezes levam de 48 a 72 horas para conseguir novas remessas.

A Secretaria de Saúde do Recife, responsável pelo Hospital Eduardo Campos da Pessoa Idosa, afirmou, por meio de nota, que atualmente não há desabastecimento dos medicamentos para intubação em nenhum dos equipamentos da rede municipal de saúde e que o estoque desses remédios está regular e é suficiente.

Deixe seu comentário